Resenha: A Caixa

The Box, EUA , 2009 (estréia nacional somente em março de 2010) – 115 min. Drama, Suspense, Sci-Fi. 14 anos.

Direção: Richard Kelly.

Com: Cameron Diaz, James Marsden e Frank Langella.

O senhor Richard Kelly nos trás mais um filme para que depois de assistí-lo você se sinta relativamente incomodado. A Caixa deixa lacunas que você vai preenchendo durante e depois do filme.

A família Lewis está passando por uma dificuldade financeira. Certa manhã eles recebem uma caixa em sua casa. No interior do pacote as instruções dizem que eles não podem comentar com ninguém sobre a tal e que eles ganharão um milhão de dólares se apertarem um botão vermelho que existe sobre ela. Esta decisão, no entanto, acarretará na morte de alguém que eles não conhecem.

A Caixa foi dirigida e escrita por Richard Kelly, adaptada de um conto de Richard Matheson, escritor de Eu Sou a Lenda. Posteriormente seu conto virou um episódio da série Além da Imaginação em 1986.

Aqui vocês vão encontrar uma porção de questionamentos que vem à tona no filme. Vou expor alguns deles sem comprometer o entretenimento de vocês, ou seja, sem spoilers.

Precisamos de um milhão de dólares para sermos felizes? O dinheiro realmente compra tudo? Se você apertar o botão você irá matar alguém que você não conhece, mas quem você realmente conhece? Se uma pessoa, mesmo que próxima de você, toma uma decisão que você não espera, isso significa que você não a conhece totalmente. Até que ponto você as conhece? O que significa conhecer? Dessa forma, apertando o botão você pode matar qualquer um: seu colega de trabalho, uma criança, um assassino, um amigo ou até mesmo a sua mãe.

Que decisão difícil! Apertar ou não apertar… Você tem o poder de julgar quem você não conhece e quem você acha que conhece. É justo tal julgamento?

O filme é bem escrito e bem realizado até uma hora de projeção, depois disso temos um pequeno declínio na narrativa, que se distorce um pouco. A trilha sonora combina com a ambientação setentista (cenários objetos e figurino). Na trilha temos canção do The Grateful Dead, temos “Bell Bottom Blues” do Eric Clepton e executada por Derek & The Dominos. Outra curiosidade de música é que é citado Lynyrd Skynyrd, outra banda setentista southern rock estadunidense. A maquiagem de Frank Langella, faz Harvey Dent ficar com inveja.

Como em Donnie Darko, cada vez que você assistir vai tirar alguma conclusão nova. Não é diversão garantida, mas gera boas reflexões.

Nota: 8/10

6 Responses to Resenha: A Caixa

  1. Pyro disse:

    Não gostei muito do Filme…
    Muita lombra…
    Tem uma história bastante interesante…
    Mas não foi muito do meu agrado…

  2. Jonas Bruno disse:

    Ainda não assisti, vi o trailer e parece bom…PARECE.

    qual a data de estreia exata aqui no Brasil?

    • Stone age disse:

      O filme estreou no dia 26/03/10 aqui no Brasil e já está nos cinemas de Fortaleza, por exemplo.

      Ficaremos postando as estréias da semana aqui no Cena.

  3. luiz-dohko disse:

    irado esse filme além de pertubador em algumas partes vale mesmo apena conferir!!!

  4. Leonardo(amigo do Nícolas) disse:

    Muito ruim. Sério, quero meu tempo de volta.
    As questões filosóficas são interessantes, mas enrolaram demais…
    Não assistam.
    Nota 2/10.

  5. Evelise Toporoski disse:

    O filme é ótimo, coloca à prova o altruísmo da humanidade! Nota 8! =)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: